Retrospectiva Salão do Móvel de Milão 2013

Postado por - jul 25, 2013 em blog

Retrospectiva Salão do Móvel de Milão 2013

O Salão do Móvel de Milão é o evento mais importante para arquitetos e designers, por isso a Casa Vogue faz questão de anualmente deslocar uma fatia de sua equipe para a cidade italiana. A ideia é conferir em primeira mão as novidades e tendências ali apresentadas. A feira e seus eventos paralelos são um grande universo, do qual selecionamos o crème de la crème para trazer ao público brasileiro. Por sete dias, publicamos matérias especiais no site, e a diretora da redação, Taissa Buescu, fez boletins para a rádio CBN.

Logo no primeiro dia de cobertura, antes mesmo da abertura do Salone, houve surpresas. Rem Koolhaas apresentou, em pessoa, a primeira coleção de móveis desenhada por seu escritório, o OMA, após 15 anos de insistência da Knoll. Além disso, o designer Giacomo Moor expôs na Galleria Post Design seu mobiliário, que lembra um conjunto de edifícios modernistas. No mais, o design oriental, sustentável e histórico deu o tom do primeiro dia da Casa Vogue na capital mundial do design.

 

Quando as portas do Salão do Móvel se abriram, o que se viu foram muitas peças novas, além do esperado. Apesar da crise econômica que assola o Velho Mundo, a julgar pelasgrandes grifes italianas, a indústria local dá sinais de recuperação. Apostou-se nos materiais mais baratos e naturais, sem ostentação. O dia seguinte foi dedicado à Euroluce, o salão de iluminação e design que acontece na cidade a cada dois anos. Por lá, designers tarimbados marcaram presença com suas peças.

 

1

No segundo dia da feira, foi possível perceber que as marcas italianas estão resistindo à crise econômica (Na foto: Poltronas Cradle (à esq.) e Talma (à dir.), design Benjamin Hubert, no estande da Moroso)

 

No quarto dia, Casa Vogue visitou algumas das maiores e mais tradicionais empresas do mobiliário italiano e também um estande brasileiro: o da A Lot Of. A marca se lançou no mercado internacional com a reedição de peças consagradas do design mundial e com móveis de jovens designers nacionais. O dia seguinte foi dedicado às galerias que se espalham por Milão e investem no design-arte. Entre elas, o Spazio Rossana Orlandi e o Fuorisalone. E aqui novamente o Brasil aparece com as mostras da Rio+Design e da Brazil S/A.

O dia número seis contou com um giro por alguns museus e galerias de Brera e do Centro de Milão. As mostras do Museo Bagatti Valsecchi, da Galleria Nilufar e do Dimorestudio provaram uma verdade: não há separação entre design e arte. Nosso último dia em Milão foi agraciado com a presença de um retumbante nome da arquitetura, como no primeiro dia da cobertura. Jean Nouvel propôs a renovação dos locais de trabalho. Sua instalação Escritório para Morar, concebida para o SaloneUfficio, de Milão, era composta por oito espaços.
Além de estar presente no grande salão, a Casa Vogue visitou Ventura Lambrate e o SaloneSatellite, que surgiu em 1998 com a intenção de reunir novos talentos de todo o mundo – com até 35 anos. Anualmente, cerca de 700 jovens participam da feira. Toda a maratona feita na semana mais importante do design internacional rendeu-nos um diagnóstico: hoje o design se distancia da indústria e volta para as mãos de artesãos (dos designers). A melhor parte é a consequente aproximação do público, que se identifica com o processo.

2

A Euroluce teve sua vez no terceiro dia. Lá foram apresentadas “as luminárias do futuro” (Na foto: Série 57, da Bocci, do designer e arquiteto Omer Arbel)

3

 

No quarto dia, foram prestigiadas as grandes marcas e o design brasileiro (Na foto: Banco Bird, de Henrique Serbena)

4

O quinto dia foi dedicado à visitação de galerias milanesas. Também tiveram seu espaço garantido as mostras da Rio+Design e da Brazil S/A

(Na foto: Luminárias da coleção Yawanawá, de Marcelo Rosenbaum)

5

A matéria do sexto dia celebrou o feliz encontro entre design e arte, o chamado design-arte (Na foto: Quarto do Erastudio com obras de Vicenzo De Cotis)

6

No sétimo dia, deu-se destaque aos espaços criados por Jean Nouvel. O arquiteto tratou da decoração de escritórios (Na foto: Sala de reunião, de Jean Nouvel)

7

O SaloneSatellite é um evento paralelo que reúne novos talentos de todo o mundo – com até 35 anos (Na foto: Shadow Clock, do escritório Poetic Lab)

8

Anualmente, cerca de 700 jovens participam do SaloneSatellite e do Ventura Lambrate (Na foto: Rolo para massa entalhado, dos alunos do Piet Zwart Institute, em Roterdã, na Holanda)

Post a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>